Jorge Eduardo

To fly or not to be...

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Notícias Primeiro paraquedista militar do Brasil

Primeiro paraquedista militar do Brasil

E-mail Imprimir PDF

Morre no Rio o primeiro paraquedista militar do Brasil

General Roberto de Pessôa morreu aos 100 anos durante a madrugada.
Ele saltou na Normandia no famoso Dia D, em 1944.

Do G1 RJ

Pioneiro no paraquedismo militar do Brasil, General Roberto de Pessôa, morreu na madrugada desta sexta-feira (17). Roberto tinha 100 anos e o velório será realizado no Museu Aeroterrestre em data a ser definida. Ainda não há definição também quanto ao dia e local do sepultamento.

O General De Pessôa foi primeiro paraquedista brasileiro, tendo cursado em 1944 a Escola de Paraquedistas dos Estados Unidos.

Ingresso aos 18 anos
Paraibano, nascido em 1910, Roberto de Pessôa, começou sua trajetória no Exército ingressando na Escola Militar de Realengo, no Rio de Janeiro, em 1928, tendo sido declarado Aspirante-a-Oficial da arma de Infantaria em dezembro de 1932.

Em agosto de 1936, o Tenente De Pessôa participou dos Jogos Olímpicos da Alemanha onde sua missão era importar técnicas de treinamento alemão que produziam atletas de alto nível. Nesta ocasião, ele pode observar o trabalho dos paraquedistas do Terceiro Reich e, então, decidiu que também queria aprender a saltar.

Dia D
Em 1944, durante a Segunda Guerra Mundial, De Pessôa pediu autorização ao governo brasileiro para treinar com os paraquedistas americanos em Fort Benning, nos EUA. Em outubro do mesmo ano, concluiu o Curso Básico Paraquedista, tornando-se o primeiro paraquedista militar brasileiro. Seu estágio nos EUA lhe rendeu a participação em atividades junto ao contingente Airborne, a 101ª Divisão Aerotransportada, que saltou na Normandia no famoso Dia D, em 1944.

Promovido a Coronel em 1959, assumiu o Comando do 26º Batalhão de Infantaria, Batalhão Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Em 1966, foi promovido a General-de-Brigada, tendo passado para a reserva no posto de General-de-Divisão.

As informações são do Comando Militar do Leste e da Brigada de Infantaria Páraquedista.

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2010/09/morre-no-rio-o-primeiro-paraquedista-militar-do-brasil.html